Artigos

Uma Nova Vida | Nova Vida Até os Confins da Terra

A Bíblia relata que o homem natural, ou seja, sem Cristo, está espiritualmente morto e é governado por Satanás e seus demônios, direta ou indiretamente. No capítulo dois da carta aos Efésios, o apóstolo Paulo usa os termos: “mortos nos vossos delitos e pecados” (Vs. 1) e “filhos da ira” (Vs. 3) para referir-se ao estilo de vida do ser humano longe de Deus. O governo satânico, na grande maioria das vezes, ocorre de forma indireta e praticamente imperceptível, pois a pessoa pensa estar usufruindo da sua plena liberdade.

A natureza humana, corrompida pelo pecado, é a maior aliada de Satanás neste processo, pois se deleita no pecado e busca satisfazer os seus desejos constantemente. Assim, o inimigo serve-se de um diversificado arsenal para manipular a vida das pessoas, por exemplo:

  • O Sistema de Governo Mundial influencia as pessoas ditando tendências, mudando costumes e impondo mudanças de comportamento.
  • Promovendo a inversão de valores através de filosofias de vida contrárias à sã doutrina (Bíblia).
  • Propagando religiões e crenças diversas – ocultismo – feitiçarias etc.

Há, porém, aqueles que são governados de forma direta, consciente ou inconscientemente por Satanás. Conscientes são os que o servem deliberadamente; chamados de satanistas. Já, os possessos por demônios, o são de forma inconsciente. Existem vários motivos que poderiam resultar nisso, mas, esse não é nosso foco no momento. Nosso objetivo é saber que só existe uma maneira de libertar-se do domínio de Satanás, isto é, através da Graça de Deus, que nos é oferecida em Jesus Cristo.

No texto de Marcos 5: 1 – 20, encontramos o relato da libertação de um endemoninhado que era possuído por uma legião de (entre 3.000 e 6.000) demônios. A Nova Vida desse homem começou ao  encontrar-se com Jesus, que atravessou o Mar da Galiléia, apenas para libertá-lo de seu cativeiro. O relato bíblico nos mostra o contraste de uma vida sob a influência satânica (Vs.3 – 5):

  • Fora de si – inconsciente – sem domínio do próprio corpo;
  • Incontrolável – violento – com força sobrenatural;
  • Desnudo (não usava roupas);
  • Atormentado – clamava de dia e de noite entre os sepulcros – automutilação.

E uma vida em comunhão e na dependência de Deus (Vs. 15):

  • Em perfeito juízo – em plena consciência;
  • Assentado aos pés de Jesus (submissão voluntária);
  • Em plena paz.

Aquele homem agora estava liberto e o seu desejo era estar com Jesus (Vs. 18), porém Jesus não o permitiu: antes, o mandou voltar para casa e contar para os seus tudo o que Jesus havia feito por ele. Este homem, agora, tem uma missão – testemunhar da Graça de Deus.

Que possamos seguir o seu exemplo, pois testemunhou de Jesus em toda a região em que morava – Decápolis.

Glória a Deus por essa Nova Vida que temos em Cristo (João 10: 10)!