Artigos

Aprendendo a ser Alegre | Alegria Verdadeira até os Confins da Terra

Alegrei-me, sobremaneira, no Senhor porque, agora, uma vez mais, renovastes a meu favor o vosso cuidado; o qual também já tínheis antes, mas vos faltava oportunidade.  Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação.  Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez;  tudo posso naquele que me fortalece

(Filipenses 4: 10-13)

O Apostolo Paulo fala que aprendeu a ser contente independente da situação e é está alegria que a Bíblia nos desafia a ter. Nossa alegria tem que ser verdadeira e independente das situações.

Nós também precisamos aprender a ser contentes, mas como?

 

BUSCANDO EM PRIMEIRO LUGAR O REINO DE DEUS.

“Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.”

(Mateus 6: 25, 33-34)

O apostolo Paulo entendeu isto, por isso vivia contente.

Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo,”

(Filipenses 3:7-8)

TENDO UM CORAÇÃO GRATO.

Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

(I Tessalonicenses 5: 16-18)

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.”

(Filipenses 4:6)

Em meio às lutas Paulo louvava a Deus. Mesmo na prisão, Paulo e Silas louvavam ao Senhor (Atos 16 :23-25). Um coração grato produz alegria verdadeira. 

DEPENDENDO SEMPRE DO PODER DE DEUS.

Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos.”

(II Coríntios 4: 7-10)

Diante das lutas não podemos desviar nossos olhos da soberania de Deus.

“Sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.”

(Romanos 8:28,38-39)

Sabemos? Então podemos desfrutar da alegria verdadeira e está contentes em toda e qualquer situação.