Artigos

Famílias com uma Missão

Paulo e Silas foram machucados e presos por causa do evangelho. O que fizeram na prisão? O que sempre faziam – oravam e cantavam hinos a Deus. A prisão não mudou o comportamento deles. A prisão humana, na realidade, ao invés de abater, fortaleceu aqueles homens. Eles estavam passando dificuldades por causa das boas notícias que estavam compartilhando. As boas notícias de que Cristo liberta! Não da prisão humana, que é temporária, mas da prisão eterna, causada pelo pecado.

O responsável por manter esses homens presos, o carcereiro, não tinha como deixar de ver tudo o que estava acontecendo. E, vendo a atitude de Paulo e Silas, percebeu que não eram homens comuns. Mesmo em sofrimento, eles oravam e cantavam! Havia alguma coisa de especial neles.
Aconteceu um terremoto que abriu as portas e soltou as correntes dos presos.

Isso pode acontecer na vida dos que buscam a Deus com sinceridade. Nesse momento, a vida de Famílias com uma Missão fazem muita diferença. Se a nossa família se importa com Deus e busca fazer a sua vontade, as pessoas estarão olhando para nós. E quando acontecer algum “terremoto” na vida daquelas pessoas, elas também perguntarão a essas Família com uma Missão: “o que devo fazer para ser salvo?”
Como Famílias com uma Missão, estejamos preparados para responder a essa pergunta!

Aí o carcereiro pediu que lhe trouxessem uma luz, entrou depressa na cela e se ajoelhou, tremendo, aos pés de Paulo e Silas. Depois levou os dois para fora e perguntou: — Senhores, o que devo fazer para ser salvo? Eles responderam: — Creia no Senhor Jesus e você será salvo — você e as pessoas da sua casa. Então eles anunciaram a palavra do Senhor ao carcereiro e a todas as pessoas da casa dele.

Atos 16:29-32