Artigos

Aspectos da Santificação | Igreja Até os Confins da Terra

Abstende-vos de toda a aparência do mal. E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.
1ª Tessalonicenses 5: 22-24

A palavra “santo” significa “separado” (do mal). Todo cristão renascido, no ato de sua conversão, é santificado, ou seja, separado por pertencer à família de Deus (pois, somos adotados como filhos de Deus). A isto, chamamos de santificação posicional, e, neste aspecto, todos os cristãos estão no mesmo nível; não existe um que seja mais santo que os demais.

Há um outro aspecto da santificação que é chamado de: santificação vivencial ou experimental, que consiste em uma progressão da santidade na vida diária do crente. A ideia aqui é o aumento da consagração da vida do cristão, à medida que ele, através do estudo e da prática da Palavra de Deus, aprende o que é certo e o que é errado, escolhendo praticar o certo e desprezar o errado. Neste aspecto, podemos afirmar que existem cristãos que são mais consagrados/santificados do que outros. Este processo da santificação experimental se inicia no momento da conversão e tem como objetivo, elevar todo crente à estatura de varão perfeito, à medida da estatura de Cristo (Ef 4:13). Porém, isto só acontecerá quando o Senhor Jesus voltar para buscar a Sua Igreja. Até lá, é dever de todos nós, nos separarmos dos padrões de comportamento impostos pelo mundo e vivermos em obediência à vontade de Deus expressa na Bíblia (1Ts 4:3; Rm 6:19). Todas as exortações de crescimento espiritual contidas no N.T. referem-se à santificação vivencial. Portanto, através do exercício da nossa vontade, devemos buscar uma vida de obediência total à vontade de Deus, nos aproximando cada dia mais do alvo, que é ser semelhante a Cristo (2Co 10:5; 1Co 9:24; 2Tm 2:19-22). Contudo, o poder para dominar a nossa vontade vem do Espírito Santo, que habita em nós. Quanto mais cheio do Espírito estivermos (Ef 5:18), mais santificados seremos.

Sendo assim, uma vida de oração é a melhor ferramenta que temos para desenvolver a nossa santificação. Notemos o texto de 1Ts 5:22-24, onde o apóstolo Paulo exorta os tessalonicenses a absterem-se de toda forma de mal e acrescenta: “e o Deus de paz vos santifique em tudo, e o vosso espírito e alma e corpo…” Podemos perceber que pelo fato da santificação proceder de uma íntima comunhão com Deus, ela acontece de dentro para fora – espírito – alma – corpo. Entendemos também, que aquele que nos chama à santidade (1Pe 1:16) é o mesmo que realiza a santificação em nós (1Ts 5:23-24), Pois, Deus é quem opera em nós, tanto o querer como o realizar (Fp 2:13).

Que Deus nos ajude a viver em Santidade.

Amém!