Os Sinais de Alerta e a Boa Terra

Em 1934, na Noruega, aconteceu um acidente que tirou a vida de 40 pessoas. Numa região com montanhas rochosas, sujeitas a deslizamento, havia uma estação que controlava o movimento do solo. Essa estação tinha a missão de, ao detectar um deslizamento, acionar um sistema de sirenes para avisar uma pequena cidade que ficava a 10 minutos de distância. Certa madrugada, inesperadamente, houve esse grande deslizamento de rochas. Isso provocou uma onda de quase 80 metros de altura, que foi caminhando pelo rio. As sirenes foram acionadas, mas, devido ao horário em que aconteceu, as pessoas demoraram a sair. Muitos levantaram e começaram a arrumar suas coisas para fugir, não considerando que só tinham 10 minutos entre o acionamento do alarme e a chegada da onda. E assim, 40 vidas daquela comunidade não se salvaram pois não estavam preparadas para a emergência.

É interessante como tudo aconteceu muito rápido! Foram menos de 10 minutos entre o desmoronamento da montanha e a onda atingir o povoado!

Você acredita que Cristo vai voltar? Pois a mesma Bíblia que profetizou que ele viria uma primeira vez para nos salvar, também profetiza que ele voltará! Quinhentos anos Antes de Cristo, o profeta Zacarias falou sobre a 1ª vinda:

“Alegre-se muito, povo de Sião! Moradores de Jerusalém, cantem de alegria, pois o seu rei está chegando. Ele vem triunfante e vitorioso; mas é humilde, e está montado num jumento, num jumentinho, filho de jumenta.”

Zacarias 9:9

Já, entre outras passagens, a 2º vinda foi descrita pelo próprio Jesus. Em Mateus 24:37 Jesus disse:

“A vinda do Filho do Homem será como aquilo que aconteceu no tempo de Noé. 38 Pois, antes do dilúvio, o povo comia e bebia, e os homens e as mulheres casavam, até o dia em que Noé entrou na barca. 39 Porém não sabiam o que estava acontecendo, até que veio o dilúvio e levou todos. Assim também será a vinda do Filho do Homem.

Mateus 24:37

Estamos preparados? Temos Jesus como nosso Salvador? É possível perder a salvação? Existem DUAS visões sobre isso: uma diz que sim e outra diz que não. As pessoas que acreditam que uma vez salvo, sempre salvo normalmente acreditam que se uma pessoa se afastou ou negou a Cristo ela na realidade nunca foi salva!

Mas, o que a Bíblia diz? A Bíblia fala de uma situação chamada APOSTASIA – renúncia de uma religião ou crença, abandono ou negação da fé. E Jesus deixou bem claro que isso é possível:

“— Não é toda pessoa que me chama de “Senhor, Senhor” que entrará no Reino do Céu, mas somente quem faz a vontade do meu Pai, que está no céu.”

Mateus 7:21

Isso fica claro também ao vermos a parábola do semeador, quando as sementes são plantadas em quatro tipos de solo: solo duro, solo rochoso, solo cheio de espinhos e solo bom. Em Mateus 13:3-8 temos a seguinte passagem:

“3 Jesus usou parábolas para ensinar muitas coisas. Ele disse: — Escutem! Certo homem saiu para semear. 4 Quando estava espalhando as sementes, algumas caíram na beira do caminho, e os passarinhos comeram tudo. 5 Outra parte das sementes caiu num lugar onde havia muitas pedras e pouca terra. As sementes brotaram logo porque a terra não era funda. 6 Mas, quando o sol apareceu, queimou as plantas, e elas secaram porque não tinham raízes. 7 Outras sementes caíram no meio de espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas. 8 Mas as sementes que caíram em terra boa produziram na base de cem, de sessenta e de trinta grãos por um.”

Mateus 13:3-8

Aqui vemos quatro tipos de resposta ao evangelho: Solo duro = rejeição pura; Solo rochoso = pessoa que responde favoravelmente ao evangelho no início, mas quando aparece a perseguição essa pessoa se afasta; Solo cheio de espinhos = quando as dificuldades desse mundo começam a pesar e a pessoa se afasta; Solo bom = são as pessoas que abraçam integralmente o evangelho e dão fruto!

Aliás, aqui cabe uma ilustração: em meados da década de 80, uma pessoa convidou várias jovens amigas para irem a um acampamento evangélico e lá todas aceitaram a Cristo como Salvador. Ao voltarem, o pai de uma delas ficou tão revoltado com o testemunho da filha que a proibiu de frequentar a igreja e de ter amizade com aquelas amigas! Essa pessoa então se afastou completamente do evangelho até hoje. Esse é um bom “medidor” para saber como vai a nossa salvação.

Vi ainda um outro exemplo de como as pessoas recebem o evangelho há poucas semanas: assisti a um documentário sobre a cantora Aretha Franklin, considerada a “maior cantora de todos os tempos” e ganhadora de mais de 20 prêmios Grammy. Nessa apresentação filmada em 1972 e trazida a público em 2018 Aretha cantou a música “Amazing Grace” – “Maravilhosa Graça” para o público presente. Na plateia, estava o vocalista da banda Roling Stones, Mick Jagger, assistindo ao culto. Pensei então: qual tipo de solo representa a vida de Mick Jagger? Solo duro, solo rochoso, solo cheio de espinhos ou solo bom? Não podemos deixar de pensar qual tipo de solo representa a nossa vida!

Um medidor que também podemos usar para nós mesmos é fruto do Espírito Santo de Deus vivendo em nós. A Bíblia diz em Mateus 7:20:

“Portanto, vocês conhecerão os falsos profetas pelas coisas que eles fazem.”

Mateus 7:20

Outro dia os netos de um vizinho estavam brincando na rua e falavam entre eles com vários palavrões! Isso nos lembra que nós somos fruto de nossa convivência – se os pais falam palavrão, os filhos tendem a ter o mesmo comportamento.

Se passamos tempo com Deus em leitura e oração, isso vai se refletir em nossas vidas. A Bíblia nos diz em Gálatas 5:22:

“Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, 23 a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei. 24 As pessoas que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a natureza humana delas, junto com todas as paixões e desejos dessa natureza.”

Gálatas 5:22

Acontece naturalmente: próximos de Cristo vamos nos comportar como Cristo. Uma coisa “puxa” a outra: Amor à Alegria à Paz à Paciência à Delicadeza à Bondade à Fidelidade à Humildade à Domínio Próprio. É verdade também que todos nós temos períodos de melhor ou pior relacionamento com Deus, mas quanto mais próximos dEle, melhor será nossa vida!

Enfim, podemos fazer um paralelo da salvação com o casamento. Se subimos ao altar e dizemos “SIM” para nos unirmos à pessoa amada, formamos com aquela pessoa um compromisso. O que se espera é que essas duas pessoas, casadas passem a viver um relacionamento em conjunto, onde ambos crescem. O que se espera de uma pessoa que disse “SIM, eu aceito a Jesus Cristo como meu Salvador” é um relacionamento comum e crescente em Jesus; não são mais duas pessoas separadas – Cristo de um lado e eu do outro.

Gálatas 2:20 nos diz que “Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo é quem vive em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se deu a si mesmo por mim.”

Isso facilita muito o nosso dia. Deus nos deu um presente – uma NOVA VIDA, na qual TODAS as preocupações e alegrias são compartilhadas com Cristo! Fiquemos firmes nesse compromisso!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.